Amai-vos uns aos outros como eu vos amei...

Finalidade Economica e Social da Empresa

24-08-2012 08:43

ISNTITUTO MÉDIO DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO

IMAG

INFORMÁTICA APLICADA A GESTÃO

 

 

FINALIDADE ECONOMICA DA EMPRESA

A empresa utiliza os seus trabalhadores para transformarem os recursos em bens e serviços que sastifazem as necessidades dos consumidores. A esta actividade realizada pela empresa chama-se produção.

A produção é o resultado de uma combinação de factores desenvolvidos na empresa na qual o seu pessoal transforma os recursos postos a sua disposição em bens que sastifassam as necessidades dos consumidores.

Estematicamente tem-se:

Elemento humano                                 Meio de trabalho

- trabalhadores                                      - objecto de trabalho (bens e serviços)

- gestores                                               - meio de trabalho

 

Neste esuqema estão considerados elementos que convem classificar. Assim:

  1. O elemento humano: é constituido pelas pessoas que desenvolvem actividades de naturesa fisica ou intelectual a que se da o nome de trabalho.
  2. Os meios de produção ou capital são conjuntos dos objectos de trabalhos e meios de trabalho.
  3. os objectos de trabalhos são: um connjuto de elementos sobre os quais recai os trabalhos das pessoas. Podem ser:
  • Materias primas: são bens que vão ser transformados e aparecem encorporados no produto final: Ex o açucar no fabrico do bolo.

                                                               Materias subsidiarias: são bens que são consumidos durante o processo produtivo mas não aparecem encorporados no produto final. Ex: o oleo no fabrico de batatas fritas.

  1. Os meios de trabalho são bens auxiliaris de que os trabalhadores se servem para tranformar os objectos de trabalho. São exemplo as maquinarias e farramentas.

P1: Mais onde vai a empresa adquirir os elementos de que necessita para produzir e onde vai colocar os bens que produz ou transforma?

Ao mercado, que é um lugar onde actuam varios agentes economicos que se dedicam as mais diversas actividades. Deste modo há considerado:

  • Mercados das materias
  • Mercado da maquinaria e equipamento
  • Mercado de trabalho
  • Mercado dos produtos
  • Mercado dos serviços
  • Mercados financeiros

FINALIDADE SOCIAL DAEMPRESA

A EMPRESA E O SEU MEIO AMBIENTE

Finalidade social: as empresas apara alem dos seus objectivos economicos tem tambem objectivos sociais que constituem na atribuição de um salario ao trabalhador que lhe permite um poder de compra para sastifazer as suas necessidades, propocionando-lhe estabilidade na e possibilidade de no futuro ter uma reforma, assim como realização profissional dos empregados e propocionar actividades de lazeratraves de festas sociais, campos de ferias, bibliotecas, crechis e clubes desportivos.

A EMPRESA E O SEU MEIO ENVOLVENTE

No ecossitema onde a empresa actua existem dois tipos de evolventes:

  1. transacional: constituida por um conjunto de agentes economicos que se relacionam directamente com a empresa como é o caso dos:
  • fornecedores: a quem a empresa adquir materias, mercadoria e meios financeiros.
  • Clientes: onde a empresa coloca os bens que produz.
  • Instituições financeiras: fornecedores dos meios monetarios.

Estado e outros agentes que funcionam como estes reguladores.

  1. Constetual: constituida pelo conjunto de variaves sociais, politicas, cultural, demograficas, economicas e legais. Esta envolvente pode influenciar a empresa, mais a empresa apode controlar.

Uma empresa, ao escolher determinada região para se localizar deve-se conhecer todas as variaves e componhem a sua envolvente constetuak, como:

  1. Variavel Demograficas: nivel etario da população, taxa de natalidade, taxa de mortalidade, etc.
  2. Variavel Politica:  conhecimento sobre politica social e politica fiscal.
  3. Variavel tecnologico: aparecimento de novos produtos e de novos mercados.
  4. Variaves Culturas: conhecimento de aspecto etinologico e histórica-culturais.
  5. Variaves Economicos: taxas de juros, condições de acesso ao credito, taxas de impostos aplicaveis as empresas, indicaodres de crescimentos economicos, etc.
  6. Variaves Socias: politicas salarias e frequencias de greves.
  7. Variaves Ambientais: defesa e protecção do meio ambiente no exercicio da actividade empresarial.
  8. Variaves Geografica: conhecimentos dos recursos naturais, clima e relevo.

 

Classificação da epmresa

Introdução

Criterio juridico

INTRODUÇÃO

  1. Classificar uma empresa significa em globala numa deterninada categoria da qual fazem parte outras empresas que apresentam caracteristica e objectivos semelhantes. Assim são considerada as seguintes classificação:
  • Quando ao Regime Juridico: de acordo com esta classificação as empresas são classificadas conforme os seus direitos e obrigações contratuais e legais; como as suas responsabilidade perante a terceira.
  • Por Sector de Actividade: são classificada de acordo com a natureza  e origem dos produtos por ela fabricadas, das mercadorias que trasancionam ou dos serviços que prestam a comunidade.
  • Por Destribuição Geografica: permite uma visão da destribuição regional das empresas e verifica a existencia ou não de assimetrias anivel do país.
  • Economica: divide as empresas em comerciais e industriais, isto é, destingue as que vendem aquilo que compram, das que vendem aquilo que transformão e produzem.
  • Quanto a Propriedade dos Meios de Produção: dando a conhecer quais são as detentas do meio de produção necessaria ao funcionamento da empresa.
  • Quanto a Sua Dimensão: repara que as empresas, em pequenas, medias e grandes.

Criterio juridico

 

 

Individuais

Classificação

 

 

 

-Em nome coletivo

-Em comandita

-Anonimas

-Por quotas

-Uniformal por quotas

 

Empresas

                            

Colectiva ou ditas sociedade:

 

 

 

 

 

 

 


 

                                   

 

Toda a empresa deve ser conhecida no mercado, pelo que todas evem possuir uma firma.

Firma: é o nome pela qual a empresa é conhecida e referenciada no mercado.

A firma de uma empresa deve obdecer os 3 requisitos fundamentais:

  1. Distinguir-se claramente das demais existente no mercado.
  2. Estar registado no registo nacional.
  3. Ser verdadeira, isto é, o nome adoptado não deve induzir as pessoas em erros.

Empresas Individuais: trata-se de um tipo de empresa em que o proprietario do capital é uma unica pessoa.

O patrimonio do proprietario  da empresa é constituida por duas especies de bens: os seus bens particulares e os bens afecta a actividades economica.

A responsabilidade da empresa é ilimitada e o seu patrimonio pessoal responde pelas consequencias da actividade comercial.

  • Argumento a favor da empresa individual:
  1. Simplicidade de forma: é facil funda-la e dissolve-la, pois as decisões dos actos esta a depender de uma unica pessoa.
  2. Liberdade de Actuações: o proprietario é livre de tomar as decisões que quizer.
  3. Dialogo constante: o proprietario relaciona-se facilmente com fornecedores, clientes e empregados.
  4. Singilo Profissional ou Negocial: (tipo de empresa) o segredo pode ser mantido com maior fidelidade.

Argumento contra da empresa individuais

  •  
  •  
  • Sociedade em nome colectivo

Argumento contra da empresa individual

 

  1. Responsabilidade Ilimitada: um unico acto de gestão infeliz pode provocar não só a falencia da empresa, mas ainda a ruina do proprietario.
  2. Defuculdade de Funcionamento: capital ilimitado; já que os bens proprios dos empresarios respondem subsidiariamente aos bens que afectaram a actividade comercial.

Neste tipo de empresa a firma pode adaptar as seguintes forma: nome civil completo ou abreviado do proprietario seguido ou não da actividade a que se dedica.

Ex: ARR Comercial “Limitada”.

Actualmente, o empresario pode passar a optar pela forma juridica de estabelecimento de  responsabilidade limitada “E.I.R.L” a vagem relactivamente ao empresario em nome individual, esta no facto da responsabilidade se limitar ao motante do patrimonio afecta a actividade comercial, o que permite proteger o patrimonio pessoal do empresario. Neste tipo de estabelecimento, a firma deve conter o nome civil do titular por estenso ou abreviado, acrescido ou não da referencia ao ramo de actividade que vai exercer seguida do adiantamento E.I.R.L.

Ex: ANRIRO. EIRL

Denominam-se por sociedade comerciais as que tenham por objecto a practica de actos de comercio nos da lei.

As sociedades comerciais são reguladas nos termos da lei nº 1/04 de 13 de fevereiro.

 

Duvida, ligue: Nacional 931309642

 

Iinternacional +244931309642

O ESTUDANTE

_________________________

António Ricardo Roque

 

 

Fim  !

Voltar

Procurar no site

Angola ao rumo do desenvolvimento, tenha mentalidade mentalidade

Construir sites Webnode

www.ricardorep3gs.webnode.pt www.tagged.com/ricardordaymc ricardorep3g@gmail.com